Notícias
11 de Junho de 2018
No clima da Copa, brasileiros decoram casas e ruas com cores da seleção
Abertura da Copa do Mundo 2018 será na próxima quinta-feira, 14 Julia Beck Da redação, com contribuição de Thiago Coutinho e André Cunha
A seis dias da abertura da Copa do Mundo, os brasileiros já iniciaram os preparativos para o início dos jogos. À medida que se aproxima do dia 14 de junho, as cores verde e amarelo começam a aparecer mais em ruas, avenidas e casas, e inspiram mais brasileiros, como a fotógrafa Sylvia Regina e o montador autônomo Vladimir Alves, no desejo da conquista do hexa por parte da seleção brasileira.Apaixonada pelo evento, Sylvia, que mora em Cachoeira Paulista, interior de São Paulo, conta que os sentimentos com relação ao campeonato mundial de futebol são antigos. “Eu moro em Cachoeira Paulista, no mesmo lugar, desde quando nasci, (…) e eu lembro que quando era pequena nós pintávamos a rua, pendurávamos bandeirinhas, então eu tenho isso dentro de mim muito forte desde pequena”, conta. O pai e a mãe da fotógrafa são, segundo ela, os responsáveis pelo cultivo de seu amor pelo campeonato: “É uma paixão de família!”.

A fotógrafa, que decorou toda a casa com o tema da seleção brasileira, diz que a Copa é sempre um tempo de recordação. “É muito a minha infância”, revela. Mãe de duas filhas, Aléxia de 19 anos, e Lavínia de 6 anos, Sylvia tenta passar a mesma paixão para as herdeiras: “As minhas filhas são mais envergonhadas, mas na hora de torcer elas gostam”.Sobre a decoração, Sylvia conta que juntou boa parte do que sobrou da última copa e alguns novos acessórios comprados neste ano. A casa já está toda decorada de verde e amarelo há duas semanas, faltando apenas, para estar completa, a bandeira do Brasil. “Eu tenho uma bandeira gigante que ainda não sei onde eu vou pendurar, só sei que vou pendurar”, comentou aos risos. Para a fotógrafa, apesar da crise política, econômica e social do país, a Copa é ainda um dos poucos momentos de diversão e que possibilitam ao brasileiro esquecer os problemas e dificuldades. “O futebol continua sendo uma paixão nacional. Eu tenho fé que este ano o Brasil vai ganhar”, afirma esperançosa.Com o mesmo entusiasmo de Sylvia, Vladimir se uniu com os vizinhos e iniciaram a pintura da rua, no Parque Santa Clara, em Guaratinguetá (SP). Segundo o montador, a iniciativa partiu de jovens e crianças da rua e contagiou os moradores da localidade. “A criançada que mora no final da minha rua começou a pintar o canto da rua, os postes, e começaram a fazer bandeirinhas para colocar perto do início da Copa, aí pensei: vou ajudar”.“Não foi nada programado. O pessoal começou a fazer, aí foi juntando um, outro, até formarmos o grupo”, recordou Vladimir. A movimentação na rua contou com a ajuda de todos os moradores que doaram, cada um, 12 reais para a compra das tintas e materiais para a confecção das bandeirinhas. Mas a animação não para por aí: de acordo com Vladimir, o grupo pensa em instalar telões para o dia dos jogos e quer inscrever a rua em um concurso local de decoração para a Copa.

“Os jogos animam o povo”, declarou o montador que se diz um apaixonado pelo esporte desde a infância. “Eu sempre joguei futebol e sempre gostava de acompanhar a Copa do Mundo”, recorda Vladimir. Assim como Sylvia, o guaratinguetaense acredita na seleção para levar o título de hexa campeã e reverter um resultado da Copa 2014 difícil de esquecer: “Eu espero que o Brasil seja campeão e que dê um retorno dos 7×1 contra a Alemanha. Está entalado até hoje”, divertiu-se.

O comércio

Romário Helter, vendedor de uma loja de artigos esportivos de São José dos Campos, interior de São Paulo, comentou que a procura por camisetas oficiais da seleção brasileira está bem grande. Faltando pouco para a Copa 2018, a camiseta azul, segunda opção para os jogadores da seleção, já está esgotada. “A procura dela foi maior, mas ainda temos a amarela. (…) A Copa, querendo ou não, é esperada. Então, quando chega próximo a ela, muitos clientes vem procurando camisetas, acabam comprando a oficial ou alguma similar”, relatou.

“Tudo que faz barulho vende”, foi o que afirmou a vendedora de uma loja de artigos para presentes e utensílios domésticos, Cleuza Faria. As cornetas são, segundo a vendedora, líderes de venda seguidas de bandeiras, chapéus e acessórios temáticos. Na loja, também localizada em São José dos Campos, são poucos os artigos restantes.

Outras Notícias
23/06/18
Bispos do Brasil nomeados para Sínodo dos Jovens comentam expectativas
Sínodo dos Jovens será realizado em outubro próximo no Vaticano; bispos comentam expectativas para a ocasião Da redação, com Assessoria de Imprensa da CNBB
22/06/18
Tradicionais quadrilhas animam festas juninas
Quadrilheiro comenta tradição nas festas de Santo Antônio, São Pedro e São João Denise Claro Da redação
22/06/18
Diálogo, jovens, imigração: Papa fala aos jornalistas após visita a Genebra
Santo Padre fez balanço da viagem e respondeu a perguntas de jornalistas sobre temas atuais Da Redação, com Boletim da Santa Sé
22/06/18
Missa em Genebra: Papa fala de três palavras que levam ao coração da fé
Homilia foi inspirada no trecho do Evangelho em que Jesus ensina aos discípulos a oração do Pai Nosso Julia Beck Da redação
22/06/18
Vida saudável começa pela alimentação, explica nutricionista
Pesquisa aponta para possível estagnação da obesidade entre os brasileiros e para mudança de hábitos na população Thiago Coutinho Da Redação
21/06/18
Inverno segue média histórica e não será o mais frio dos últimos 100 anos
Inverno começa nesta quinta-feira, 21; climatologista explica o porquê de Inverno 2018 não ser previsto como o mais frio dos últimos 100 anos Julia Beck Da redação
21/06/18
Papa participa de oração ecumênica em Genebra: “caminhar juntos”
Francisco visita Genebra nesta quinta-feira, uma peregrinação ecumênica por ocasião dos 70 anos do Conselho Ecumênico das Igrejas Da Redação, com Boletim da Santa Sé
21/06/18
Base da Canção Nova são as Obras Sociais, afirma cofundador da CN
Canção Nova proporciona seis obras sociais à população de Cachoeira Paulista; obras são divididas em Assistência Social, Educação e Saúde Julia Beck Da redação
20/06/18
Salvar migrantes e refugiados é ato de humanidade, diz Papa
No Dia Mundial dos Refugiados, Papa Francisco posta mensagens no twitter recordando drama vivido por quase 70 milhões de pessoas Da redação
20/06/18
Pastoral do Surdo oferece oficina para intérpretes católicos
Oficina será realizada no dia 14 de julho e é aberta tanto a intérpretes quanto a pessoas surdas Da redação, com Arquidiocese de Curitiba
20/06/18
O sacerdote é o homem da Palavra
No último dia 11, na Festa do Apóstolo São Barnabé, tive a graça de ordenar sacerdotes seis jovens, na Catedral Basílica de Nossa Senhora das Neves. Nessa ocasião festiva, pude compartilhar com os presentes sobre o que o povo espera da missão do sacerdote. A v...
20/06/18
Outra vez, o aborto
Cardeal Odilo Pedro Scherer Arcebispo de São Paulo
19/06/18
Bispo comenta empenho da Igreja católica no diálogo ecumênico
Papa Francisco visitará Genebra, na Suíça, por ocasião dos 70 anos do Conselho Ecumênico de Ig
19/06/18
Dom Sérgio pede solidariedade aos refugiados na Semana do Migrante
33ª Semana Nacional do Migrante acontece até o dia 24 e discutirá a importância dos migrantes Da redação, com CNBB
18/06/18
"Cada um de nós é chamado a estar perto dos refugiados", diz Papa
Dia Mundial dos Refugiados será nesta quarta-feira, 20; data será de consultas entre os governos para a adoção de um Pacto Mundial sobre Refugiados Da redação, com Boletim da Santa Sé
16/06/18
Termina Fase Diocesana do Processo de Beatificação de Dom Luciano Mendes
Missa em Ação de Graças acontece hoje em Mariana (MG) Denise Claro Da redação
16/06/18
Presidente dos Estados Unidos impõe novas tarifas a produtos chineses
Trump anunciou tarifa de 25% sobre importação de produtos chineses Da redação, com Ansa
16/06/18
Especialista fala sobre conscientização da violência contra o idoso
No Dia Mundial de Conscientização da Violência Contra o Idoso, especialista explica que a educação é a melhor maneira de prevenir o problema Thiago Coutinho, da Redação
15/06/18
JMJ 2019: Programação, novidades e lotes individuais
A sete meses da JMJ, reunião preparatória tem resultados conclusivos sobre programação, atividades e segundo lote de passagens individuais Da redação, com Jovens Conectados
15/06/18
Junho Vermelho: doar sangue é um ato de cidadania, afirma médica
Campanha quer conscientizar a população a respeito da importância em se doar sangue, que é insubstituível à vida humana Thiago Coutinho, da Redação
 
Santuário Eucarístico Diocesano
Paróquia Nossa Senhora de Fátima | WebMail
Praça João XXIII S/N - CEP 87200-000
Caixa Postal 152 | Cianorte - Paraná
Fone-Fax (44) 3619-1493